ACABA NÃO MUNDÃO

Saturday, February 04, 2006

Bem Vindo ao Site

DICIONÁRIO DE PEÃO


Abeia braba - É o peão fraco, que não consegue ficar em cima do animal
Aguado - Animal estressado, cansado, que não pula na montaria.
Ajeitado - Bonito
Aluir - Verbo chave, serve para substituir todo os verbos normais.
Apelo - Algum tipo de falta cometida pelo cowboy na montaria.
Apurrinhado - Touro ou cavalo bom para rodeio.
Baixeiro - Manta/protetor de tecido usado entre o dorso do animal e o arreio.
Barreira - Fita que delimita o início da prova e que não pode ser "queimada".
Berrante - Instrumento feito de chifre de boi com detalhes em couro. Emite sons agudos e graves, que a cada toque é uma senha: avisa a hora do almoço, toque de perigo e orienta o sinueiero.
Bicharedo - Pessoa legal.
Bitelo - Boa pinta.
Boqueta - Coisa ruim.
Brete - Local onde ficam confinados os animais antes da prova e onde são preparados para montaria.
Bruaca - Mala de couro, estilo baú, na qual as comitivas levam sues mantimentos e talheres.
Cabeceira - Excelente cowboy.
Cancha - contar vantagem.
Caneca de dente - É uma caneca com suas bordas serrilhadas, usada somente para pegar água do recipiente. Estas serrilhas são propositalmente feitas para que impeçam as pessoas de levarem a caneca à boca.
Carregado - Quem usa roupa country com muitas franjas e bordas.
Cavalo veiaco - Cavalo de difícil montaria.
Cavalo xucro - Animal selvagem, que não dá doma.
Cê é um raio né! - Você é rápido.
Cernelha - Parte do animal selvagem entre a crina e o dorso.
Chaiene - Mulher bonita.
Chaparreira - Calça de couro com franjas usadas pelo peão por cima do jeans durante a montaria.
Chique até - Pessoa bem vestida ou algo bem bonito.
Chique no "úrtimo" - Algo muito bom.
Coiote - Copinho de cabaça para tomar pinga.
Comitiva - Grupo de peões que antigamente levava o gado das fazendas para os frigoríficos. Faziam parte da comitiva o cozinheiro, responsável pela bóia ou rango ( comida ), e o berranteiro, que orientava o gado e seus companheiros ao toque do berrante.
Consolação - Cachê recebido pelo peão.
Corda americana - Corda usada para envolver o touro. É toda trançada onde o peão segura amarrando-a na luva. Eles passam breu na corda para dar maior aderência.
Carote - tonel de madeira para colocar a pinga.
Crioulo - Estilo gaúcho de montar, não usando arreio e segurando apenas na crina do cavalo.
Cumpa - amigo.
Cutiano - É um instrumento de couro usado para montaria, que também dá nome a um estilo de montaria.
Dar febre - Incomodar, dar trabalho e preocupação.
Dilurir os bofes - Tomar cachaça até acabar com o estambo.
Dirrubada - Péssimo rodeio.
Duro de boi - Peão bom.
Escorpião no bolso - Cowboy pão-duro, não gasta com nada, mão-de-vaca.
Espritado - Pessoa agitada. Pode ser usado também para cavalos e bois.
Estribo - Lugar onde o cowboy coloca os pés.
Estambo - Estômago destruído pela cachaça.
Fantasma - Peão medroso, que tem medo do animal.
Fervo - Festa boa.
Gineteada - Ato de montar e esporear.
Ginete - É o nome dado aos peões.
Guaiaca - cinto de couro que possui várias partes para colocar moedas, canivete, dinheiro.
Guampo - Copo feito de chifre para se beber água.
Ir pro Goiás - O mesmo que levar um calote.
Isso não vira não - Não vai dar certo.
Jogar pedra nas pombinhas - Segurar vela, atrapalhar a paquera de alguém.
Lagarta de algodão - Termo usado quando o cowboy quase se machuca durante a montaria.
Loro - correia onde se prende o estribo.
Madrinheira ou madrinheiro - Pessoa responsável pelo resgate dos competidores na arena após a montaria.
Mala-de-louco - Peão que não tem estilo, mas que consegue parar no animal.
Manta - Bife grosso.
Mofete - Pessoas chatas.
Moiá as palavras - Tomar cachaça.
Negar pulo - Quando o animal empaca no meio da arena, se recusa a pular.
Ocado - Morto de fome, com o estambo vazio.
Palhaço salva-vidas - Profissional que fica distraindo os animais na arena após a montaria dos peões, reconduzindo-os aos bretes.
Pamonha - Premiação do rodeio.
Peia - Corda usada para amarrar o animal.
Peiteira - Apóia no peito do animal para equilíbrio do peão.
Peseiro - Quando o peão laça o animal pelo pé.
Pialo - Tombo.
Pito - Saliência da parte dianteira da sela western (cabeça), onde se amarram os laços, ponto de apoio do laço na parte posterior da sela.
Polaco - Sinos de metal colocados no touro para irritá-lo.
Queixo-duro ou queixudo - Animal que não atende aos comandos das rédeas (correia para comandar as cavalgadas).
Sedém - Cinta que se amarra na virilha do animal, de crina e pêlo, provocando cócegas e fazendo que ele pule.
Sedém no talo - Calça jeans bem apertada.
Sinueiro - Boi experiente que comanda a manada, esperto, chefe da tropa.
Tá no náilon - mulher conquistada.
Tem base? - Dá pra acreditar?
Traiado ou "na traia" - adepto de roupa country legítima e completa.
Trempe - Chapa de fogão dobrável usada nas comitivas.
Tropa - Grupo de cavalos e touros de aluguel para os rodeios.
Tropeiro - Dono das tropas.
Vazar - Ir embora.

Rei Do Rodeio ( Bruno e Marrone )


Eu sou peão, sou cabra macho
Bom de arreio, bom de laço
Sou cowboy rei do rodeio, eu sei que eu sou
Chapéu de aba na cabeça,
Um par de bota empoeirada,
Calça jeans bem apertada, ah.. eu vou


A mão pra cima, coração descompassado
Se o perigo mora ao lado
Eu me apego com Deus pai que está no céu
E o bicho bravo faz o show e rodopia
Todo povo se admira, nessa hora eu sou mais eu


Iahooo...
Dou um grito na arena,
Mando um beijo pra morena,
Faço a minha oração
Iahooo... canto moda sertaneja,
Tomo um gole de cerveja
Pra domar meu coração

Versos de Rodeio

Bens Materiais

Preste atenção minha gente no que eu tenho pra dizer
Este é fato muito triste e que jamais vou esquecer:

Existiu um cidadão ganancioso demais,
Só pensava em poder e em bens materiais.

Tinha uma esposa mal amada e um filho por nome Juninho,
A quem pouco dava atenção e jamais dava carinho!

O pai ignorava a família e só pensava no dinheiro
Não tinha morada certa nem tão pouco paradeiro.

Quantas vezes a mãe ao lado de seu filhinho
Passavam Natal, aniversários e outros dias sozinhos.

O filho às vezes chorava querendo o pai encontrar
E a mãe sempre dizia querendo lhe consolar
Seu pai está trabalhando pra mais conforto nos dar!

O pai sempre viajando por este chão brasileiro
Não media as conseqüências
Pra ganhar o seu dinheiro.

Certa vez um bom dinheiro ele conseguiu ganhar
Comprou o carro importado que ele vivia a sonhar
E depois de um bom tempo, com a família veio encontrar.

Chegou em casa no seu carro dirigindo
E para a sua família foi logo se exibindo

Era um carro de luxo da cor azul do céu
Que para todos ele mostrava, como se fosse um troféu.

O filho com saudades, perto do pai chegava.
mas ele não dava atenção, nem sequer pro filho olhava.

O homem só falava do carro, até parecia um louco
Depois de algum tempo, resolveu descansar um pouco.

O pai foi dormir e o garoto ficou acordado
Olhando pra aquele carro viu uma sujeira do lado.

Na inocência de criança querendo o pai ajudar,
Pegou um balde de água para o carro lavar
Pegou uma bucha de aço e começou a esfregar.

Depois com simplicidade foi correndo o pai acordar!

O homem ao ver o carro todo arranhado
Parecia um animal feroz e descontrolado

E como um demente que não sabe o que faz
Nas mãozinhas do menino começou a bater

A mãe num quarto trancada não pode seu filho ajudar
Vendo o pai com muito ódio o garoto castigar!

O pai mostrando maldade impedia e não deixava
Que a mãe buscasse socorro pro seu filho que ali chorava.

Três dias se passaram de sofrimento sentido
Atá que o pai foi consertar o carro e o filho pode ser atendido.

O médico deu a notícia tão triste de se escutar
Mãe, a mãozinha de seu filhinho teremos que amputar!

Em estado de choque a mãe foi internada
E naquele mesmo dia a cirurgia do filho marcada.

Passaram-se alguns dias e o pai foi avisado
A notícia deixou o homem totalmente desesperado.
Saiu correndo para o hospital onde o filho estava internado.

Quando viu o seu filho, com a mão amputada, começou a chorar.
O menino o abraçou e quis o pai consolar.

Na inocência de criança para o pai começou a falar:
"Papai eu nunca mais vou fazer você chorar,
Pois eu já não tenho minha mãozinha para o seu carro arranhar!"

O homem saiu correndo sem saber o que fazer
Com tanta dor e remorso não queria mais viver.

Não tinha mais solução, não tinha mais outro jeito.
Pegou então uma arma e sem pensar
atirou contra o próprio peito.

Aquele tiro tirou a vida em poucos instantes
De um homem egoísta, covarde e ignorante!

Termino esta triste história e espero não ver outras iguais.
E deixo aqui uma mensagens para filhos e pais:
"Na vida há coisas mais importantes do que bens materiais!"

Autor: Ivan Diniz


COMO ESCOLHER SEU CHAPÉU


Você sabia que: atualmente o chapéu é uma questão de estilo, não de moda!





Você sabia que nossa cabeça tem tamanho?

Você sabia que: para saber o número exato da sua cabeça, você deverá medi-la em circunferência um dedo acima da orelha com uma fita métrica...

Você sabia que: existem vários benefícios com o uso do chapéu?
1 - Curto prazo: pele saudável
2 - Longo prazo: proteção contra graves doenças no futuro.

Você sabia que: 100% das matérias primas usadas para a confecção dos chapéus são extraídas da natureza!

Você sabia que: atualmente o chapéu é uma questão de estilo, não de moda!

Você sabia que: nossa cabeça possui as medidas normais do nº 53 ao 62.

Os chapéus possuem vários tamanhos de abas no qual, dependendo do tamanho da aba, facilita o uso para cada formato de rosto.

Para um rosto de formato triangular, o chapéu ideal é o que possui aba e copa menores.
Para um rosto de formato oval, o chapéu ideal é o que possui aba e copa de dimensões proporcionais
Para um rosto de formato alongado, o chapéu ideal é o que possui copa de média para baixa.
Para um rosto de formato quadrado, o chapéu ideal é o que possui copa alta e aba mais larga.
Para um rosto de formato arredondado, o chapéu ideal é o que possui copa alta e aba mais larga.

MODA COUNTRY

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA FAZER BONITO NOS RODEIOS
A alta temporada dos grandes Rodeios já começou em todo país. Por isso é hora de dar uma olhadinha no guarda-roupa, preparar-se para estar bem na próxima festa e atualizar-se.
Moda: uso, hábito ou estilo geralmente aceito, variável no tempo e segundo o gosto, o meio social ou a região.Aba: rebordo de chapéu.Barbela: pele pendente do pescoço do boi. Cordão que ultrapassa de um lado a outro da aba do chapéu.Bota: calçado de couro, que envolve o pé, a perna e, às vezes, a coxa.Calça: peça do vestuário que parte da cintura e cobre separadamente as pernas, indo, em regra, até os tornozelos.Cachecol: manta longa e estreita para agasalhar o pescoço.Camisa: peça do vestuário masculino, usada em geral por cima da pele e que vai do pescoço às coxas.Fivela: peça metálica, com uma parte dentada em que se enfia ou prende a presilha de certos vestuários.Lenço: quadrado de pano para assoar o nariz ou para ornar e/ou resguardar a cabeça ou o pescoço;
ATENÇÃO
1- quem andou dando uma espiada nas novas coleções de botas femininas pode notar que os saltos estão mais altos e finos que nos anos anteriores, por isso para não fazer feio, compre sua bota nova com alguns dias de antecedência e ande pela casa para ter confiança, lembre-se que o salto dificulta o andar. Cuidado! Não arrisque sua elegância por um detalhe.
2- os celulares estão em alta, foi o objeto mais vendido nas últimas datas presenteáveis. Porém, isso não significa que todo mundo precisa saber que você tem um. Não queira pendurá-lo no cinto e achar que aquela luz piscando torna você mais charmoso que os outros. Guarde-o e ofereça o número a quem te interessa.
3- Com as baixas temperaturas cachecol e lenços estão fazendo os pescoços por aí, mas lembre-se que as cores devem estar sempre combinando, para que você não se torne uma mistura de aquarela com mostruário de tintas. Muito cuidado com as estampas diferentes na roupa e nos acessórios.Cachecol e lenço foram feitos para serem usados no pescoço e não “amarradinho”na perna, como a menina Punk do seriado da TV.
4- E por falar em baixas temperaturas lembre-se que se você não está se preparando para estar em um Rodeio in door, os recintos geralmente não apresentam grandes proteções contra o frio, por isso, não queira estar usando alcinhas, saias, barriguinha de fora, tomara-que-caia e camiseta cavada em noite de baixa temperatura, senão você pode acabar sendo confundida(o) a um craca (crustáceo marinho que vive incrustado nos rochedos e por isso encolhe-se e perde a postura) .
5- as mudanças climáticas que ocorrem em todo país fazem com que nem sempre estejamos preparados para o frio e de repente calor, numa mesma noite, mas lembre-se que as mudanças climáticas não servem como desculpa para que as mangas daquela bela jaqueta estejam arregaçadas até os cotovelos.
6- As cores fortes são sempre muito bem vindas no vestuário country, mas isso não significa que as peças mais claras não façam sucesso. Porém quando colocar uma calça de cor clara para enfrentar uma noitada de Rodeio não queira sair se limpando a toda hora, o andar fica horrível.
7- Calça é uma peça do vestuário que começa na cintura e não no peito, cuidado com a altura que você a coloca.
8- Convenhamos que dançar faz bem e é gosto mas nem todo mundo é um pé-de-valsa, por isso, não queira fazer aquele passinho de stripper durante o bailão. Você pode acabar com sua imagem.
9- As fivelas estão em alta e por isso os modelos são os mais variados. Se essa é a primeira vez que você compra uma fivela escolha a mais simples. Não deixe que o brilho reluzente daquele cavalinho apague você. 10- O mundo country não possui tribos, gangs ou turmas, ele aberto a todos que querem ter a oportunidade de se divertir, acompanhar um belo esporte e de quebra conhecer muita gente bonita. Simplicidade acima de tudo.